Simões Filho

Simões Filho: Linhas são suspensas após incêndio a ônibus; bairros são afetados

img_20161009_105420578

A empresa Expresso Metropolitano e a Cooperativa de Transporte Alternativo de Simões Filho suspenderam temporariamente as linhas de ônibus – Lapa / Góes Calmon – Calçada / Góes Calmon, e Oitizeiro  / Centro, respectivamente – e mudou o itinerário de uma –  desde o último domingo (09), quando indivíduos não identificados incendiarem um ônibus pela manhã , na Avenida Walter Aragão de Souza, em um trecho do Loteamento São Miguel, no bairro Km-30.

Os veículos que atendiam as comunidades  de Góes Calmon, estão cumprindo novo itinerário; saindo da rodoviária eles seguem até o bairro Cova da Gia, na Pitanguinha, mas evitam o acesso ao distrito de Oitizeiro.

A ação dos vândalos seria uma represália pela morte de um suspeito, morador de Góes Calmon, durante troca de tiros com a Polícia Militar depois de ser acusado de assalto. Por conta do ocorrido os moradores do Loteamento São Miguel, Big Áurea, Simões Filho I e Góes Calmon, estão há quatro dias sem poder utilizar o transporte público urbano, tanto da Expresso Metropolitano como o da Cooperativa local. Os responsáveis pelo transporte temem que novos veículos sejam alvos dos vândalos.

Na última segunda-feira, 10, dois veículos da expresso metropolitano foram atacados na Avenida Elmo Serejo Farias, em protesto por outro caso de violência urbana. Um rapaz de 22 anos foi assassinado no Conjunto Residencial do bairro Vida Nova.

Em contato com a empresa Expresso Metropolitano, nossa equipe foi informada que os ônibus voltarão a circular normalmente a partir desta sexta-feira, dia 14 de outubro; respeitando o roteiro padrão. A reportagem não conseguiu estabelecer contato com a Cooperativa de Transporte Alternativo de Simões Filho.

2 Comments

2 Comments

  1. Wagner

    13 de outubro de 2016 at 13:00

    Mas o transporte alternativo esta funcionando normalmente.
    A Expresso foi que retirou os onibus.
    E pasmem a comunidade de Goes Calmon não é responsável por nenhum ataque a ônibus, observem que terça feira os ônibus rodaram normalmente e o incidente de segunda foi em Simões Filho, não tendo nada a ver com o caso de Goes Calmon.

  2. moises

    13 de outubro de 2016 at 13:13

    e cadê o policiamento nos bairros, que paga o preço somos nos que não tem nada a ver com a situação.
    coloca uma viatura em cada bairro, ja que elas nao fazem nada mesmo.
    o dificil é sair duas horas antes de casa para chegar no ponto do mercado municipal.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top