Polícia investiga se arma que matou PM era de sua propriedade; Suspeito confessou o crime - Fala Simões Filho - Notícias de Simões Filho
Cidades

Polícia investiga se arma que matou PM era de sua propriedade; Suspeito confessou o crime

O maqueiro Alexandre dos Santos Silva, 29 anos, foi apresentado à imprensa na tarde desta segunda-feira (24/10). Ele é o suspeito de ter assassinado o soldado da Polícia Militar, Daniel Santana de Alcântara. Ele tinha um mandado de prisão temporária em aberto e se apresentou à Polícia Civil na última sexta confessando o crime.

O homicídio ocorreu em 18 de outubro, no bairro de São Gonçalo do Retiro. Alexandre tomou a arma do policial por acreditar que se tratava de um bandido e em seguida disparou um tiro contra o PM. Esta versão está sendo apurada pela Força-Tarefa que investiga crimes contra agentes do Estado.

Antes da apresentação, o maqueiro levou os investigadores do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) até um terreno baldio, próximo ao local do crime, onde escondeu o revólver calibre 38 usado no crime. A arma foi encaminhada ao Departamento de Polícia Técnica (DPT), para ser periciada.

CRIMES

Segundo o delegado Odair Carneiro, esse é foi 20º homicídio registrado contra policiais neste ano, em toda a Bahia, sendo que quinze já estão elucidados e os autores presos ou mortos.

Em Salvador, foram contabilizados nove homicídios e apenas o inquérito referente à morte do soldado do Batalhão de Choque da Polícia Militar, Jorge Januário da Silva Filho, no dia 30 de setembro, na Boca do Rio, ainda não foi concluído.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top