Simões Filho

Pacientes sofrem com UPA sem médicos em Simões Filho

upa-simoes

Na unidade no Cia, doentes voltavam da entrada sem ser atendidos. Alguns pacientes tiveram de  se deslocar para o Hospital Municipal.

Lançada como solução para desafogar o único hospital público de Simões Filho, a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do CIA está sem médicos, faxineiros e até sem medicamentos.

Na terça-feira 29,, a auxiliar de produção, Mariana Alves dos Santos, de 30 anos, bateu à porta da UPA do CIA com o filho, de 8 anos, com luxação no tornozelo. Nem passou pela triagem. Mal chegou, foi informada por um funcionário de que os atendimentos estavam suspensos porque o médico ortopedista não tinha comparecido ao  trabalho.

++ Servidores exonerados cobram pagamentos de rescisão em Simões Filho

Ainda de acordo com Mariana Alves,  não foi a primeira vez , em 15 dias, que a falta de médico foi anunciada na entrada da unidade. “ Trata-se de um caso corriqueiro. Nos últimos dias os médicos não têm comparecido à unidade,com isso, temos de pagar transporte para se deslocar para o Hospital Municipal, no Centro”, contou.

Nossa reportagem tentou contato com a assessoria da Secretaria de Saúde do Município, mas  a chamada não foi atendida. VEJA MAIS NOTÍCIAS DE SIMÕES FILHO.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top