Menina de 7 anos é estuprada e agredida em Simões Filho - Fala Simões Filho - Notícias de Simões Filho
Dias d´Ávila

Menina de 7 anos é estuprada e agredida em Simões Filho

Uma  menina de 7 anos foi estuprada e agredida por socos na cabeça e segue internada em estado grave no Hospital Geral do Estado, na capital da Bahia. O crime foi cometido por um vizinho da criança identificado apenas como Alexandre .

Segundo a família da garota ela foi atraída pelo acusado que lhe ofereceu  doces e a levou para sua casa  que fica na Quadra 4 Cia I em Simões Filho, cidade da região metropolitana de Salvador.

O pai da criança estava bastante comovido com o acontecido e  disse a imprensa como o crime aconteceu. “ Minha filha foi atraída com doces e levada até a casa dele, lá foi abusada sexualmente e depois recebeu socos na cabeça e foi jogada na rua desmaiada.” contou ele.

O pai ainda disse que garota está entubada e irá passar por exames que irão detectar os danos provocados pela a agressão. “Minha filha fez 7 anos na segunda-feira (05), ela foi ao cinema, se divertiu aí vem uma pessoa sem Deus no  coração e faz uma coisa dessa”, disse. A preocupação do pai da criança agora  é com a recuperação da menina.

Linchamento

Após saber o que realmente teria acontecido com a menina a população se revoltou e conseguiram encontrar o acusado.  Ele foi cercado e sofreu agressão por parte dos moradores.

Os populares o mantiveram preso dentro de uma casa até a chegada da polícia que conduziu o elemento para 22 DT de Simões onde ficará preso até que a justiça decida sua situação.

O acusado será investigado e se houver provas contra ele será julgado. Se for condenado poderá pegar de 8 a 15 anos de prisão em regime fechado, pois trata-se de um estupro de vulnerável, crime categorizado quando a vítima é menor de 14 anos.

Na delegacia

Dde acordo com informações da polícia o estrupador é um motorista desempregado de 43 anos que confessou o crime. Ele teria dito em depoimento que atraiu a criança com moedas e a levou para um terreno nas proximidades.

A intensão do estuprador era violentar e matar a menina, mas uma outra vizinha ouviu os gritos da criança e acabou chamando atençaõ deoutras pessoas que fizeram com que o homem abandonasse a cena do crime.

A polícia já pediu à justiça a conversão  prisão em flagrante para prisão preventiva do motorista, que aguarda a decisão.

 

 

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top