Dias d´Ávila

Mapa da Violência 2016 aponta: Simões Filho não é a cidade mais violenta do Brasil

Fim-de-semana-sem-registro-de-homicídio-em-Simões-Filho

Na última quarta-feira (24), foi divulgado pela imprensa de todo o país, o Mapa da Violência 2016, resultado da pesquisa do professor e sociólogo Julio Jacobo Waiselfisz, diretor de pesquisa do Instituto Sangari e coordenador da Área de Estudos sobre Violência da Faculdade Latino-americana de Ciências Sociais (FLACSO).

O pesquisador detalha os homicídios cometidos por armas de fogo no país, além de apresentar a relação dos 150 municípios com mais de 10mil habitantes, com maiores taxas médias de ocorrências no período de 2012 a 2014.

Em primeiro lugar no ranking, está o município de Mata de São João, na Bahia, seguido de Murici e Satuba, em Alagoas. A pesquisa aponta a queda de Simões Filho, que aparece em oitava colocação.

Na última semana, a Secretaria de Segurança Pública do Estado da Bahia (SSP) divulgou através do portal do Programa Pacto Pela Vida, o balanço comparativo sobre os registros de criminalidade da Região Integrada de Segurança Pública (RISP) e Simões Filho foi apontada com redução de 42,9% comparada ao mesmo período do ano passado.

Esses dados são reflexos do trabalho realizado em conjunto pelos órgãos públicos: Prefeitura, Rondesp, Polícia Civil e Militar, além da população simõesfilhense, principal parceira no combate ao delito.

Para conferir na íntegra o Mapa da Violência 2016, acesse:http://www.mapadaviolencia.org.br/pd…/Mapa2016_armas_web.pdf

Por Ascom

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top