Empregos

Indústria em Camaçari tem meta de chegar a três mil funcionários; entenda

tecsi 3

O governador Rui Costa visitou na manhã desta sexta-feira (12) a fábrica da Tecsis – Tecnologia e Sistemas Avançados, que está iniciando operações na Bahia, no Polo Industrial de Camaçari. Fabricante de pás para turbinas destinadas às empresas do setor de energia eólica, principalmente para a Gamesa e Acciona, que já operam na Bahia, a Tecsis é a terceira maior produtora mundial da peça e uma empresa genuinamente brasileira.

Com investimentos da ordem de R$ 220 milhões, a planta tem capacidade para produzir 2,5 mil pás por ano, em 12 linhas de produção. Nela já trabalham 637 funcionários, mais de 500 deles contratados aqui. Além desses, a empresa trouxe 17 técnicos baianos que estavam trabalhando fora do estado para atuar na unidade. Segundo a Tecsis, com a capacidade máxima instalada, a fábrica pode empregar até seis mil pessoas. A meta é chegar a até o final de 2018 com três mil colaboradores.

De acordo com o governador, a capacidade de operação e empregabilidade da planta consolida a parceria de sucesso de empresas como a Tecsis com o Governo do Estado. “Vamos continuar fortalecendo a economia baiana e honrando nossos compromissos com as indústrias aqui instaladas. Entre eles a requalificação e duplicação da Via Atlântica, um investimento de R$ 23 milhões, com o qual vamos duplicar a via que vai do Polo e passa na frente de todas as empresas. O projeto inclui um novo traçado para a via, que será entregue em janeiro do ano que vem, concluindo um compromisso viário, garantindo uma saída mais confortável das pás. Um segundo desafio será discutir roteiro dessas pás através de rodovias e pontes, trabalho junto com o Dnit. Temos todo o interesse em estruturar a cadeia produtiva da indústria eólica e temos que fazer ainda mais, o que pode influenciar na questão dos custos e tornar os produtos ainda mais competitivos”, afirmou.

Segundo o diretor industrial da Unidade de Negócios do Nordeste da Tecsis, Paulo Cerqueira, o objetivo da empresa é ampliar a produção e fazer da indústria baiana um polo de exportação de pás. “Queremos dar força a essa planta gigantesca e que tem um potencial de crescimento tecnológico e empregabilidade absurdo. Essa é uma planta inovadora, pensada para empregar até seis mil pessoas com a capacidade total abrigada e um nível de competitividade muito grande. Como uma empresa nacional temos orgulho de responder por cerca de 75% do mercado nacional de pás e ter na Bahia uma unidade tão importante e estratégica” disse

Rui ainda aproveitou para propor parcerias com a empresa na área da Educação Profissional, com o objetivo empregar os jovens estudantes da rede estadual. Na ocasião, os diretores da Tecsis, que além de Camaçari possui outras duas unidades em Sorocaba e Itu, no estado de São Paulo, elogiaram a mão-de-obra baiana. No total, a empresa emprega quatro mil funcionários nas três unidades.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top