Estudantes das escolas estaduais de Simões Filho farão protesto no desfile de 7 de setembro. “Educação em Luto”
Simões Filho

Estudantes das escolas estaduais de Simões Filho farão protesto no desfile de 7 de setembro. “Educação em Luto”

Alunos das escolas estaduais de Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), prometem realizar um protesto inédito no desfile cívico de Independência do Brasil que ocorrerá na próxima quarta-feira (07), no centro da cidade. Ainda sem soluções plausíveis, os discentes da Escola Reitor Miguel Calmon, localizada no bairro do Ponto Parada garantem que será um protesto grandioso pela gravidade da situação e total sucateamento das estruturas das instituições de ensino.

thumbnail_650x375_colegio-reitor-miguel-calmon_1652106

Estamos lutando por todos os colégios estaduais de Simões Filho”, afirmou o aluno Daniel William, diretor de imprensa do grêmio estudantil. O protesto conta com o apoio de oito escolas estaduais do município. “Será um movimento histórico”, acrescentou.

De acordo com Daniel que estuda no Colégio Estadual Reitor Miguel Calmon, a situação é lamentável e mesmo com diversos protestos, inclusive, com a ocupação que ocorreu no mês de julho, a Secretaria Estadual de Educação ainda não resolveu os sérios problemas que os alunos enfrentam. Mesmo com a manifestação organizada pelos alunos no mês de julho em frente a Secretaria Estadual de Educação, na capital baiana, a demanda não foi atendida.

Não temos papel para imprimir as provas da 3ª unidade, sem falar que a escola está sem segurança. Durante a noite as salas de aulas às vezes contam com uma lâmpada e nós estamos no escuro”, disse o aluno que garante que após a demissão de um vigilante, a escola está vulnerável a ação dos meliantes.

Com o objetivo de chamar atenção do governo do Estado da Bahia, os alunos irão se concentrar no pátio da prefeitura, a partir das 7h na quarta-feira (07). Desfilando de camisas pretas e com um mini trio, os estudantes seguirão em silêncio nas principais ruas do centro de Simões Filho.

Em entrevista, Daniel William revelou que no momento em que passarem pelo palanque principal do ato cívico, o mini trio será ligado e em plenos pulmões a gritos de ordem e com dois caixões, os estudantes em ato simbólico enterrarão o secretário de Educação Walter Pinheiro e o governador Rui Costa.

Estamos cheios de conversas e só cancelaremos o movimento se tiver ação. Já tentamos de várias formas e não tivemos resultados, portanto, o protesto será histórico e iremos parar o 7 de setembro. A educação está em luto”,revelou.

Por Mapele News

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top