Dias d´Ávila

Estado de saúde da garota estuprada em Simões Filho é grave

Alexandre Marcio Barcelar, acusado de estuprar menina de 7 anos

A avó da na criança de 7 anos que foi estuprada e agredida na ultima quarta-feira dia 07, na cidade de Simões Filho, Região Metropolitana de Salvador, conversou com a nossa reportagem na tarde de hoje e contou como  sua versão do crime.

Segundo ela o acusado Alexandre Marcio Ribeiro Barcelar, de 43 anos,  atraiu sua neta enquanto a menina brincava com outras crianças. A menina estava na companhia da avó que se distraiu e não percebeu que ela havia se afastado. Ela conta que  ao notar o sumiço, seu outro neto  informou que viu quando o acusado a chamou e prometendo dar-lhe um real se ela fosse até o local onde não tinha muita claridade.

Ao saber da informação ela foi até a frente da casa de Alexandre e trouxe a menina de volta para casa e questionou o que ela estaria fazendo lá. A resposta da menina foi de que ela teria ido lá pois ele iria lhe dar dinheiro para comprar merenda.

Num segundo momento ao se distrair a menina saiu novamente para rua “ Não esperava com  minha distração ela pudesse sair novamente, voltei para procurá-la poucos segundos depois e a encontrei estuprada no mesmo local que ele  a chamou para ir  receber o dinheiro. Fiquei desesperada e comecei a gritar foi quando a população tentou linchá-lo.

Ainda de acordo com a avó da menina ela recebeu socorro de imediato e foi levada  para a Unidade de Pronto  Atendimento (UPA) no bairro CIA, lá foi constatado o abuso sexual e foi preciso transferir a criança para o Hospital Geral do Estado, na cidade de Salvador.

No Hospital

De acordo com a familia da menor seu estado de saúde é bastante delicado. A menina sofreu 2 traumatismo craniano está entubada e só respira com ajuda dos aparelhos.

Para agravar a situação a criança ainda tem que aguardar o surgimento de uma  vaga na UTI, para dar continuidade ao tratamento.

A prisão

O motorista foi preso no momento em que a população tentava linchá-lo ele ainda teria sofrido agressão por parte dos populares. O acusado foi levado para a 22 DT de Simões Filho e preso em flagrante.

De acordo com o delegado responsável pelo caso já foi encaminhado para a justiça um pedido de conversão da prisão em flagrante para prisão preventiva. A família espera que a justiça possa fazê-lo pagar pelo crime cometido.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top