Eduardo Alencar vai ter de provar capacidade de transferência de votos
Miudinhas

Eduardo Alencar vai ter de provar capacidade de transferência de votos

A grande expectativa de 2016, em Simões Filho, Região Metropolitana de Salvador, é sobre o desempenho do prefeito Eduardo Alencar (PSD) como influenciador na decisão de voto. Alencar conclui neste ano seu segundo mandato consecutivo. Na cidade, a expectativa é se ele vai conseguir emplacar o nome do empresário Jomar Paraky, como seu sucessor na prefeitura.

Jomar não é um nome popular no município, mas o prefeito vai tentar usar seu histórico político na cidade para elegê-lo. Paraky depende e muito da imagem do prefeito para ganhar musculatura nesta reta decisiva. No entanto, o momento não é nada animador, pois, Eduardo Alencar – mesmo tendo governado Simões Filho em quatro oportunidades – não é um prefeito bem avaliado, o que pode dificultar o desempenho de Jomar.

O cenário em Simões Filho tem outros nomes na disputa. Dinha, do PMDB, conta com o apoio de ACM Neto, prefeito de Salvador. O candidato do PRB, César Diesel, não destacou figuras externas – de outra cidade – para tentar robustecer seu nome no pleito.  Ainda tem o candidato do PR, Gilson, que se agarra apenas a um discurso mais polêmico e enérgico.

Sabendo do seu próprio desgaste diante da opinião pública, o prefeito de Simões Filho utilizará as imagens das importantes figuras do estado. Ele contará, ainda, com o  apoio do governador  Rui Costa (PT)  e do Senador Otto Alencar (PSD). Jomar, seguindo a  orientação de Alencar, tenta, agora, se agarrar a reconhecida influência política da dupla .

 

1 Comment

1 Comment

  1. rafael

    23 de setembro de 2016 at 13:21

    Alencar está indo é tarde, SIMÕES FILHO TE ABOMINA

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top