E AGORA, JOÃO? Corrida eleitoral causa racha no PDT de Simões Filho
Mata de São João

E AGORA, JOÃO? Corrida eleitoral causa racha no PDT de Simões Filho

E AGORA, JOÃO? Corrida eleitoral  causa racha no PDT de Simões Filho.

O anúncio do desligamento do grupo do prefeito Eduardo Alencar, feito pelo ex-vereador João Contador (PDT) e  a colocação de seu nome à disposição como candidato a vice-prefeito na chapa encabeçada por Dinha (PMDB), causou um racha entre os pededistas. Preterido pela  cúpula da legenda para o cargo, Contador dormiu presidente da sigla e amanheceu, praticamente, fora  do comando.

João-ContadorEx-vereador João Contador (PDT)

João Contador, utilizando as redes sociais, chegou a publicar um ato político, denominado de Convenção do PDT. Na postagem, uma imagem informava a data , local e horário do evento, no entanto, algumas horas depois, Contador perderia seu posto na linha de frente do PDT.   Um novo informativo foi publicado, agora, com nova data, horário e local da convenção do partido. E o mais curioso, nesta postagem, não aparece o nome de Contador como presidente, mas, agora, o nome de José Ricardo Cardoso Figueredo.

IMG-20160803-WA0189Anúncio publicado por João Contador, nas redes sociais.

O cargo de vice na chapa de oposição era disputado por três partidos: Solidariedade, PSDB e DEM, porém, o quadro mudou quando o João Contador (PDT) apresentou o nome para concorrer. Com isso, um racha interno ocorreu dentro do PDT, sendo que boa parte não abria mão da vaga, mas outro grupo decidiu seguir com a candidatura de Neco Almeida (PSD).  Porém, com o passar dos dias,  a busca de consenso interno fracassou devido à oposição de  João Contador, que assumiu a postura de oposicionista e declarou apoio a Dinha.

IMG-20160803-WA0187Postagem feita pelo novo presidente do PDT, Ricardo Figueiredo

Com a grande possibilidade da confirmação do nome de Contador, que seria feita na sexta-feira, 05,  o ex-vereador  se tornou inimigo político  de alguns dos companheiros de partido, principalmente do novo presidente, que já foi seu braço direito, Ricardo Figuereido.  O primeiro ato, do agora ex-aliado, foi afastar João como presidente da legenda.

IMG-20160804-WA0018
Em Simões Filho nasce uma nova pergunta nos bastidores da política: E agora, João?

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top