Miudinhas

Candidaturas na RMS polarizam disputa entre Neto e Rui

Candidaturas na RMS polarizam disputa entre Neto e Rui

Com os partidos e candidatos ainda se articulando para a disputa desse ano, já se discute o cenário da sucessão de 2018. E os olhos estão voltados para os três maiores colégios eleitorais da região metropolitana de Salvador – Camaçari, Lauro de Freitas e Simões Filho. A expectativa é pelo confronto de influência polarizado entre os aliados do governador Rui Costa (PT) e do prefeito de Salvador ACM Neto (DEM), principais cotados para disputa do Governo do Estado nas próximas eleições.

Juntos, Camaçari, Lauro de Freitas e Simões Filho contam  356.200 eleitores, o que representa 25% do eleitorado baiano.  A estratégia de potencializar as candidaturas nessas cidades é confirmada pelos presidentes estaduais do PT, Everaldo Anunciação, e DEM, deputado federal José Carlos Aleluia.  Os municípios concentram ainda uma importante parcela do PIB.

As duas principais lideranças do Estado estarão em confronto direto, através dos seus aliados, em Salvador e nas três cidades. Na capital baiana o PT abdicou da cabeça da chapa majoritária para apoiar um aliado (a deputada federal Alice Portugal, do PCdoB), mas em Lauro de Freitas, Camaçari e Simões Filho terá candidatos próprios. Já o DEM do prefeito ACM Neto terá candidato em Camaçari (o vereador Antônio Elinaldo) e vai apoiar aliados nos outros dois.Candidaturas na RMS polarizam disputa entre Neto e Rui

Em Camaçari, a base do governador atualmente tem dois representantes: o deputado federal e ex-prefeito do município Luiz Caetano (PT) e Jailce Andrade (PCdoB), ex-secretária de Governo da atual gestão. Jailce conta com o apoio de nove partidos, enquanto Caetano, com oito. Elinaldo tem como candidato a vice o ex-prefeito José Tude (PMDB), que abdicou de lançar candidatura própria para apoiar o democrata, além do apoio de nove partidos.

Lauro de Freitas após a desistência do prefeito Márcio Paiva (PP) em tentar a reeleição, tem como principais candidatos o vereador Mateus Reis (PSDB) – que conta com 12 partidos ao seu lado, entre eles o DEM de ACM Neto – e a candidata petista, a deputada federal e ex-prefeita Moema Gramacho. Moema recebeu o apoio de dez partidos.

Em Simões Filho, uma mudança de última hora confirmou o ex-prefeito Edson Almeida (PT) – conhecido como Irmãozinho -, como candidato apoiado pelo atual gestor do município, Eduardo Alencar (PSD). Do outro lado, Diógenes Tolentino (PMDB) – conhecido como Dinha na cidade – é o candidato a oposição.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top