Adolescente violentada e agredida pelos estupradores sobreviveu após se fingir de morta, diz delegada - Fala Simões Filho - Notícias de Simões Filho
Cidades

Adolescente violentada e agredida pelos estupradores sobreviveu após se fingir de morta, diz delegada

A adolescente de 17 anos estuprada e vítima de tentativa de homicídio em Camaçari, na região metropolitana de Salvador, só sobreviveu porque se fingiu de morta, revelou a delegada Thaís Siqueira. A menina foi encontrada desacordada em um matagal um dia após desaparecer. A polícia disse que ela apresentava vários cortes de facão pelo corpo, provocados pelos estupradores.

Heverton da Silva Santos, de 19 anos, e Ueleson Bastos Santos de Oliveira, conhecido como Tiro, de 21, foram presos acusados do crime. Na delegacia, eles afirmaram que tiveram relação com a adolescente, mas negaram o estupro e a tentativa de homicídio. Heverton disse que a vítima “armou” para eles.

A delegada afirmou que, no hospital, a adolescente conseguiu identificar os agressores, que são seus vizinhos.

— Por ela conhecer os dois, após praticar o ato, (eles) resolveram tirar a vida da mesma[…] Ele está dizendo que ela queria armar para ele. Estranhamente, a própria vítima pegou um facão e está com quase todos os dentes perdidos?

A adolescente saiu de sua residência, no bairro do Phoc 2, no início da tarde de quarta-feira (12) para tomar banho em um rio. Ela estava acompanhada da dupla e não retornou para casa.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top